Início Matérias Comportamentais Livro Machu Picchu Em Machu Picchu as mulheres enclausuradas eram conhecidas como aqllakunas

Em Machu Picchu as mulheres enclausuradas eram conhecidas como aqllakunas

COMPARTILHE

Em Machu Picchu as mulheres enclausuradas eram conhecidas como aqllakunas. Era obrigatório que fossem virgens e dividiam-se em três tipos: as mais bonitas, as não tão bonitas e outras ainda menos bonitas. Cada um desses grupos tinha uma tutora, que era uma índia anciã e virgem.

Dependendo da idade, recebiam ensinamentos sobre ofícios diferentes. Um dos principais era a costura. As roupas feitas por elas se destinavam aos chefes de estado e seus oficiais mais próximos. Cada uma dormia sozinha na sua cela e tinha permissão para receber três visitas por dia.

Essa categoria era bastante numerosa. Para torná-la viável, muitas delas eram filhas de chefes de outras comunidades conquistadas pelos incas. Assim, ficava garantido o sustento da classe: com a herança dessas mulheres bonitas. Em 1542, um estudioso, Gaspar de Carvajal, revelou a existência de uma cidade encravada no meio das montanhas onde havia somente mulheres morando em casas e edifícios de pedra. Vestidas à moda cusquenha, tinham uma tutora chamada Conari. Acredita-se hoje que o cronista tivesse ouvido falar de Machu Picchu.

A história do Brasil sempre relatou que os contatos entre os portugueses e depois, os brasileiros brancos, com os índios foram desastrosos para estes últimos, do ponto de vista imunológico. Os índios acabavam pegando doenças para as quais não tinham criado resistência. Muitos morriam de um simples resfriado. Isso aconteceu também no Império inca?

O contato com os cristãos trouxe uma série de doenças que dizimaram a população andina. Cusco sofreu grandes epidemias em 1550, 1577, 1585, 1590 e 1614. Até a selva de Machu Picchu ficou despovoada em 1650. Como se isso não bastasse, uma série de tremores destruiu sem misericórdia os sistemas hidráulicos e prejudicou a irrigação das terraças, espantando ainda mais o povo. Desde então, as cidades incas ganharam aspecto de cidades fantasmas, habitadas por poucos e solitários moradores.

Num dia em que subimos e descemos picos íngremes, e vimos duas companheiras passando mal, falar de bruxaria, morte e epidemias impiedosas não era exatamente o ideal. Quando a fogueira se apagou, voltamos para as barracas calmamente, cada um com certeza refletindo sobre os estranhos e inquietantes fatos ouvidos.

Cidades na Bolívia

Puerto Quijarro | Puerto Suárez | Santa Cruz de La Sierra | Cochabamba | La Paz | Copacabana

Cidades no Peru

Puno | Ilha de Taquile | Arequipa | Cajamarca | Nasca | Huaráz | Huancayo | Trujillo | Lima | Cusco | Pisac | Machu Picchu

Países nas Américas

 Argentina |  Bolívia |  Chile |  Curaçao |  Estados Unidos |  Peru |  Uruguai

Leia mais

O que levar na Trilha Inca

Minha caminhada na evolução espiritual

A Trilha Inca não é para qualquer um é difícil percorrê-la

Recomendação para percorrer a Trilha Inca

Trilha Inca: Wayllabamba – 1º dia

Trilha Inca: Warmiñusqa – 2º dia

Trilha Inca: Wiñaywayna – 3º dia

Trilha Inca: Machu Picchu  – 4º dia

A busca pela trilha individual

A última noite antes de chegar a Machu Picchu

Intipunku significa “porta do sol”

A descoberta da cidade sagrada por Hiram Bingham

A construção de Machu Picchu

Por que Machu Picchu foi abandonada?

Uma árvore na praça sagrada

As bruxas eram temidas pela comunidade por causa de seus poderes sobrenaturais

Caminhando pela Cidade Sagrada dos Incas

Minha viagem com o padre Marcelo Rossi e o Gugu

Palestra Motivacional- Soluções Criativas para você e sua empresa

Machu Picchu – Trabalho em Equipe

Viagem de incentivo- Machu Picchu

Soluções estratégicas para seu evento

Entrevista I – A origem do Viajante Profissional

Biografia

No seu evento com o profissional Sergio Motta

Trabalhe num hostel para economizar na viagem

Certos lugares no mundo exigem um carro

Procure a melhor taxa de câmbio em viagens internacionais

Procure as menores taxas ao desembarcar

Não dê vexame e se informe sobre os costumes cotidianos locais

Leve pouca bagagem na sua viagem

Não despreze sua intuição, principalmente se você quer viajar sozinha

Crie uma wish list com destinos que você quer visitar

Fique atento para não estragar sua viagem

Tome alguns cuidados ao viajar

Reserve pela internet a melhor opção para seu bolso

Pesquise promoções e passes antes de viajar

Mantenha a mente aberta

Cada um apresenta um modo diferente de vivenciar uma viagem

Seja um viajante independente e pesquise muito

Só na ficção o sujeito escolhe um local aleatório no mapa

Viajar é eliminar seus preconceitos

Tome cuidado com os lugares à noite

Use o máximo de contatos locais

Leve o essencial na mão e faça um seguro

Prepare-se para pagar pelo excesso de peso

Leve sua família para uma experiência incrível!

Muitos hostels oferecem uma cozinha para que prepare sua própria comida

Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar ao blog viajandocomsergiomotta sobre os erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente ao blog

Compartilhar

Preencha os campos abaixo para compartilhar esta postagem.

Indo Viajar

Gostaria de obter informações, dicas, sugestões, conselhos e quem sabe nos encontramos no local. Por isso estou deixando alguns dados para encontrar-me no Facebook do Grupo Viajando com Sergio Motta.
OBS: Seus dados ficaram por 6 meses após a data de partida expirar. Seja um VIAJANTE TOP.
NomeFacebookDestino(s)ChegadaPartidaStatus