Início Matérias Comportamentais Livro Machu Picchu As impressionantes Linhas de Nazca

As impressionantes Linhas de Nazca

COMPARTILHE

O piloto do avião chamava-se Juan. Conforme a aeronave de prefixo OB-1302 foi se posicionando na pista, meu coração começou a bater mais forte. O avião tomou velocidade e decolou. O dia estava bonito, céu de brigadeiro como dizem os aeronautas.

Lá de cima, a visão é a de um deserto amplo e seco. Assim que começamos a passar por sobre as primeiras linhas, senti uma grande emoção. Constatei a presença de três tipos de marca: pistas, figuras e linhas. As marcas se estendiam por mais de 525km2 e até 1970 prosseguiam as descobertas de outras perto dali.

Muito se diz e escreve a respeito das linhas e figuras de Nasca, pois são objeto de estudo de vários ramos científicos: matemática, arqueologia, astronomia e até astrologia, cada um com interpretações diversas para a construção, o significado e as funções.

Entre os estudiosos, destaca-se Toribio Mejía Xesspe, o primeiro a identificar o fenômeno em 1926, tornando público seu achado em 1939. Mejía interpretou as linhas como um sistema de caminhos e rotas desenvolvidos para cerimoniais.

Em 22 de junho de 1939, o astrônomo americano Paul Kosok, especialista em sistemas de irrigação dos povos antigos, esteve no Peru em missão da Universidade de Long Island. Mas, ao sobrevoar a região a bordo de um pequeno avião da Faucett Line, em vez de estudar as obras hidráulicas dos antigos peruanos, acabou fotografando todo o complexo de figuras. Segundo ele, quando os nascas compreenderam que os corpos celestes controlavam os acontecimentos terrestres… que a vida no alto era tão organizada que produzia os movimentos anuais das estações, tornou-se claro para eles que um conhecimento maior do céu era imperativo. A astronomia transformou-se então em uma ciência prática, cuja função principal foi a de produzir um calendário regulador do processo agrícola.

Nem mesmo o barulho infernal provocado pelas hélices do avião diminuía o impacto diante do que víamos. Lá embaixo, sucediam-se as gigantescas representações de animais: um escorpião; um pássaro, com trezentos metros de dimensão; um papagaio ou condor, com dez metros; uma aranha, com 46m; um colibri, com cinquenta metros, como o cão; uma baleia, com 62m; um macaco, com oitenta metros; um outro pássaro com pescoço de serpente, com 280m, e assim por diante.

Além dessas, destacava-se a figura imensa de um homem com capacete e óculos. Seria um astronauta? Mais uma pergunta sem resposta definitiva, apesar das várias especulações publicadas em livros no mundo inteiro. As dúvidas importantes permanecem sem solução científica. O macaco não é um animal nativo da região: teria mesmo sido trazido pelos asiáticos há tanto tempo atrás?

Como se explicaria terem desenhado um “astronauta” há dois mil anos?! Isso tudo não parece racionalmente fazer sentido. Outro mistério….

De acordo com esse levantamento, as linhas de Nasca ocupariam uma área três vezes maior do que se pensava: 900km2! As fotos, hoje guardadas no Museu de Antropologia e Arqueologia de Lima, revelam 87 novos desenhos de animais exóticos, vegetais e seres humanos.

Recentemente, um piloto aficionado em aerografia, Eduardo Herrán, descobriu outros desenhos, desta vez em alto-relevo, que de tão grandes só são visíveis a pelo menos duzentos metros de altura. Impressiona a perfeição milimétrica com que foram feitos.

Cidade no Peru

Nasca

Países nas Américas

 Argentina |  Bolívia |  Chile |  Curaçao |  Estados Unidos |  Peru |  Uruguai

 

Leia mais

O cemitério de Chauchilla às avessas

Como os incas tratavam seus mortos?

Planejando sua viagem a Bolívia e Peru

A palavra secreta em quíchua na Bolívia e no Peru

Cuidados na viagem a Bolívia e Peru

Roteiro para Bolívia e Peru (40 dias)

Roteiro para Machu Picchu (21 dias)

Fique atendo ao transporte na Bolívia e Peru

Minha experiência no Trem da Morte

Tihuanaco foi a 1º civilização que conheci na viagem

A cidade de Copacabana na Bolívia

A ilha do Sol em Copacabana

A Ilha de Taquile é um pequeno paraíso no Lago Titicaca

A ilha de Urus no meio do lago Titicaca

A importância do número 3 na minha trilha pessoal

A beleza da filosofia de vida dos incas

Cuy assado com batatas e arroz

Os incas administravam como os países ricos adotam hoje

Todos merecem desfrutar os Banhos do Inca

Como os incas tratavam seus mortos?

Lanzón é o símbolo maior de adoração da cultura chavín

As maravilhas descobertas em Ollantaytambo

Minha viagem com o padre Marcelo Rossi e o Gugu

Palestra Motivacional- Soluções Criativas para você e sua empresa

Machu Picchu – Trabalho em Equipe

Viagem de incentivo- Machu Picchu

Soluções estratégicas para seu evento

Entrevista I – A origem do Viajante Profissional

Biografia

No seu evento com o profissional Sergio Motta

No Peru, praticamente, o país inteiro é um convite à aventura!

Na Patagônia chilena, os parques nacionais são ideais para praticar esportes

O trekking é um dos esportes mais praticados na trilha de Machu Picchu!

O hostel é bacana para quem procura viajar gastando pouco

Toda criança precisa viajar com pelo menos um documento de identificação

Ter um orçamento definido é fundamental

Tome muito cuidado com seu dinheiro na viagem

Cuidado com objetos “exóticos”, perecíveis e frágeis

Viajar é fazer descobertas!

Faça a sua viagem, não a dos outros

Leve a prescrição médica na bagagem de mão e os medicamentos necessários

Pegue leve com as novas amizades

Depois de um dia cheio de novidades, nada como descansar!

Nada é pior do que sacolejar em um vagão lotado e capenga

Preste atenção nos detalhes e repare nas interações humanas

Conviver com o outro nem sempre é fácil

Quanto maior a flexibilidade de datas, mais barata é sua viagem

Planejar uma viagem por conta própria depende de diversos fatores

Sempre têm muitas outras pessoas fazendo o mesmo

Sempre visite um centro de informações turísticas

Evite peças volumosas e que amassem

Montar a mala é como um quebra-cabeça

Faça amigos na cozinha e divirta-se muito!

Há muita opção com preços acessíveis e que renderá uma boa economia

Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar ao blog viajandocomsergiomotta sobre os erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente ao blog

Compartilhar

Preencha os campos abaixo para compartilhar esta postagem.

Indo Viajar

Gostaria de obter informações, dicas, sugestões, conselhos e quem sabe nos encontramos no local. Por isso estou deixando alguns dados para encontrar-me no Facebook do Grupo Viajando com Sergio Motta.
OBS: Seus dados ficaram por 6 meses após a data de partida expirar. Seja um VIAJANTE TOP.
NomeFacebookDestino(s)ChegadaPartidaStatus